Homo tempus

Declaração do cientista Alysson R. Moutri que criou os organóides cerebrais com DNA neandertal:

“O Homo tempus é um convite a refletir sobre como estamos moldando o futuro da civilização. Lembra-nos de não ignorar nosso conhecimento ancestral do mundo, às vezes escondido em um simbolismo que podemos não compreender totalmente. Também alerta sobre o respeito à nossa neurodiversidade, muitas vezes esquecida nos dias modernos.

Portanto, esta não é apenas uma fantástica história de ficção científica, mas também um momento para fazer uma pausa e aprender sobre a natureza humana.

Esse livro conta a história de Wallace Vidal, um jovem bibliotecário que se perdia nas fases da própria vida, mas que por acidente viaja no tempo e é aprisionado por neandertais — no futuro. Agora ele precisa fugir e entender o que causou o colapso da nossa sociedade, ao mesmo tempo em que tenta desesperadamente consertar os erros que cometeu nesse futuro que não compreende. Para isso deverá sobreviver a uma longa jornada, em que precisará da ajuda de todos que encontrar, neandertais ou Sapiens.

Com narrativa fluida e diálogos rápidos, Homo tempus é um romance distópico futurista, que se baseia nos mais recentes estudos paleontológicos. São utilizadas ideias de filósofos contemporâneos e simbolismos primitivos para retratar os ciclos de aprendizado humano que são necessários durante a vida e as consequências de serem ignorados, tanto para o indivíduo quanto para a sociedade.

  • O que sobrou do futuro?
  • F.E.Jacob
  • https://amzn.to/3wVMkLk