Brain: o conluio do corpo

Primeira parte do romance distópico de Pedro Allendes sobre o futuro das redes sociais.

Um bot autônomo gerado misteriosamente carrega a identidade e memórias de uma vítima da pandemia de Covid-19 que passa a perseguir uma jovem estudante de Artes Clássicas e por ela é capaz de destruir sistemas de redes e até mesmo explodir máquinas em busca de entender seu elo em comum, única coisa que lhe foi apagado da memória.